fbpx

Cubanas fazem greve de fome em frente à sede da ONU

Três mulheres cubanas iniciaram uma greve de fome em frente à sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, nos Estados Unidos.

O objetivo das manifestantes é chamar a atenção da comunidade internacional sobre a “grave” situação em seu país, “de miséria agravada pela Covid-19“.

As ativistas Anisley Pérez, Niurka Primonio e Yamisderky Pelier viajaram de Miami a Nova York e iniciaram a greve no último sábado (28).

As informações foram divulgadas pelo jornal Gazeta do Povo.