fbpx

Mãe de menino que subiu ao palco no Vaticano diz que Papa Francisco operou milagre

O pequeno Paolo estava em Roma para exames médicos, após suspeita de tumor ou esclerose múltipla

A mãe do menino italiano Paolo Bonavita, que no dia 20 de outubro subiu ao palco da Sala Paulo VI, no Vaticano, declarou à rede de notícias CBS que o Papa Francisco “operou milagre” em seu filho.

Paolo, de 10 anos de idade, encantou o mundo ao subir ao palco da sala vaticana de audiências, caminhar espontaneamente até junto do Papa Francisco e demonstrar especial interesse pelo seu solidéu branco.

O Papa foi muito atencioso com o menino, beijou seu rosto e pediu uma cadeira para que o pequeno se sentasse ao seu lado. Além disso, Paolo ganhou um solidéu semelhante ao do Papa, o que o deixou notavelmente feliz.

O menino tem autismo e sofre de epilepsia. Ele havia ido a Roma, com a mãe, Elsa Morra, para passar por exames médicos devido a uma suspeita de tumor ou esclerose múltipla. Segundo a mãe, o próprio fato de que Paolo tenha subido as escadas da sala de audiências para chegar até o Papa já foi “um verdadeiro presente”.

“Isto não pode estar acontecendo”, disse Elsa à rede CBS News, acrescentando o motivo: os médicos, segundo ela, estavam “quase certos” de que Paulo tinha um tumor cerebral.

Ela contou à CBS que, depois da audiência, o Papa Francisco a saudou pessoalmente e lhe disse que rezaria pelo seu filho:

“Ele pegou a minha mão e disse: ‘Para você, o impossível não existe’”.

Transcorridas três semanas desde aquele encontro, os médicos disseram a Elsa que Paolo não tem mais sinais de câncer e que seu quadro melhorou. Ela declarou que, a seu ver, o Papa Francisco operou um milagre pelo qual gostaria de agradecer.

O Vaticano não se manifestou sobre o caso.

Thumbnail for read also